Como escolher o tema WordPress ideal para seu site

Desenvolvimento | Por Felipe Elia em 13/03/2017
Como escolher o tema WordPress ideal para seu site

O WordPress é a plataforma para sites mais popular do mundo. Aproveitando-se deste fato, muitas agências oferecem soluções de tema WordPress já prontos,  querendo diminuir custos e aumentar a velocidade de produção. Infelizmente, muitas vezes o efeito é exatamente o contrário: o tema causa tantos problemas que seria melhor ter desenvolvido um outro exclusivamente para o projeto.

No texto de hoje vamos dar algumas dicas do que analisar para não ter dores de cabeça na escolha do tema WordPress ideal do site do seu negócio ou do seu cliente. O acesso completo ao tema e suas telas de administração normalmente só é possível depois da compra, por isso fique atento ao suporte do tema pretendido. O themeforest.net, por exemplo, tem um suporte para cada tema. E lembre-se que, se você comprou um tema, você pagou também pelo suporte.

Aderência ao projeto

Escolha um tema WordPress que realmente cumpra o que você deseja. Ter um visual bonito, mas precisar de muitas modificações vai tornar a adaptação do tema mais cara, levar mais tempo e ainda prenderá os desenvolvedores à organização imaginada pelo tema, o que nem sempre é algo fácil. Supondo que o tema tenha uma imagem fixa de topo e você precise de uma imagem diferente para cada página, será preciso desenvolver uma administração só para isso.

Desempenho (performance)

Muitos temas a venda são pensados para resolver 1001 problemas e talvez seu site seja algo bem mais simples. Saiba que o tema continuará tentando resolver tudo e o preço disso será um site lento, carregando arquivos demais e processando o que não deveria. Depois de tudo pronto seu cliente reclamará da velocidade e você terá que lidar com várias configurações de plugins de cache, o que pode ser evitado se você navegar pelo suporte do tema e procurar por performance.

Tradução

Hoje em dia é um problema menor, quase todos os temas WordPress já vêm prontos para tradução, mas nem sempre foi assim. De qualquer forma leve em conta que será necessário traduzir algumas frases e palavras na área pública do site e muitas na administração.

Infelizmente alguns temas não permitem tradução fácil de frases usadas em arquivos javascript usados, por exemplo, para a construção de galerias e slides. Leve isso em consideração no orçamento para a personalização ou ainda na escolha entre temas prontos e desenvolver um próprio.

Manutenção

A forma como as opções do tema são organizadas nem sempre é fácil ou sequer razoável. É muito comum que seja preciso percorrer um caminho enorme para alterar algo simples, o que torna o processo muito confuso para o cliente final, que, por não entender a diferença, acaba culpando o WordPress e não o tema.

A escolha do tema por proximidade da funcionalidade desejada é outro problema: é preciso uma seção para exibir alguma coisa inerente ao projeto, o tema possui uma seção de portfolio e uma coisa vira a outra. Por exemplo, se você comprar um tema para portfolios e quiser um site para empreendimento imobiliário, os campos para alterar o que seria um portfolio são usados para alterar a exibição de um condomínio e portfolio item title acaba virando o lugar para editar o nome de uma das construções.

Tema filho

Muitas pessoas se dão conta disso tarde demais, mas se você comprar ou baixar um tema e alterá-lo diretamente não será possível atualizá-lo depois sem perder todas as modificações. Para casos assim é preciso usar o recurso de temas filhos do WordPress. Através dele é possível sobrescrever e alterar comportamentos do tema comprado sem modificar seus arquivos. Não deixe de usar esse recurso poderoso e evite agências que não trabalham dessa forma. Sem as atualizações seu tema pode tornar seu site inseguro e alvo de hackers.

A partir da versão 4.7 do WordPress é possível adicionar estilos CSS sem alterar nenhum arquivo. A opção está na seção Personalizar e pode facilitar as modificações do seu tema.

Exclusividade

Você definitivamente não quer que seu site pareça com vários outros na internet. As estatísticas do BuiltWith e da HackerTarget podem ajudar a perceber se seu tema é usado demais por aí. Divi e Avada, por exemplo, são temas muito usados.

Pirataria de tema WordPress

Não compre temas piratas ou, como são chamados em alguns sites, nulled. Além de desvalorizar o trabalho de designers e desenvolvedores você estará, muito provavelmente, obtendo uma cópia adulterada do produto e que pode expor seu site a inúmeros problemas de segurança.

Temas e plugins com vírus podem afetar seu site de várias maneiras, sendo a mais comum alterar os arquivos de configuração e espalhar links para sites externos, tanto nos arquivos quanto no banco de dados, tendo efeitos irreversíveis. Ao perceber um site infectado a maioria dos navegadores exibem um aviso gigantesco alertando sobre a falha de segurança e você não quer que seu negócio seja relacionado à insegurança ou invasões.

Compartilhe esse conteúdo! Dessa forma você estará ajudando várias agências que ainda possuem problemas na hora de escolher o tema para seus clientes, estará tornando o mercado de desenvolvimento digital mais maduro e a internet um lugar mais legal de navegar.

Se você comprou um tema e quer personalizá-lo, quer ajuda no processo ou ainda prefere um tema exclusivo para seu negócio, entre em contato conosco.